Panorama das eleições presidenciais nas redes sociais

Panorama das eleições presidenciais nas redes sociais

Panorama das eleições presidenciais nas redes sociais

Em estudo exclusivo, o Scup mostra o que motiva as discussões políticas nas eleições 2014 no ambiente digital.

As redes sociais vem assumindo cada vez mais um papel importante como catalisador de opiniões, informações e manifestações públicas, trazendo cada vez mais as discussões políticas para dentro do mundo digital. De março até as vésperas do início oficial das eleições no último domingo, os candidatos à presidência foram o tema direto de mais de 1.1 milhão de menções (posts do facebook, google+, twitter e instagram), dos usuários das redes.

Os dados são do Voto Conectado, que traz os principais dados sobre a presença digital dos presidenciáveis na semana que precedeu o anuncio oficial. Em estudo acadêmico conduzido por Ricardo Azarite com base no Voto Conectado, foram analisadas, no período de 29 de junho à 05 de julho, 6,7% das menções coletadas no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram sobre os 11 candidatos. Os dados analisados traçam o perfil das eleições de 2014 no mundo digital.

Dastaques da pré-campanha

Essa é a eleição do Facebook.

7 em 10 menções feitas sobre os candidatos foram no Facebook. Logo após está o Twitter com 27% das menções. O Google+ e o Instagram, com pouco mais de 1% e 0,3% de menções respectivamente, não são ambientes politizados.

Teor das discussões.

1 em 4 menções foram motivadas pela discussão sobre a ideologia e os valores dos candidatos. O dia a dia da campanha (20%), compartilhamento de posts oficiais (7%), histórico político dos candidatos (7%), pesquisa eleitoral (6%), resultados do governo (5%), denúncia (5%) e propostas (5%) foram os outros assuntos mais comentados durante o período.

O papel da imprensa.

O valor informativo das redes sociais para política é grande: 41% de todas as menções analisadas são compartilhamentos de notícias sobre o tema.

Há mais ódio do que amor sobre política.

As mídias sociais tem se mostrado um ambiente crítico aos candidatos: 37% das menções totais são negativas, enquanto que somente 22% são positivas.

Fonte: SCUP

 

Sem comentários

Você pode postar o primeiro comentário.

Deixe um comentário

Please enter your name. Please enter an valid email address. Favor escrever um comentário