Você sabe como o Facebook ganha dinheiro?

Você sabe como o Facebook ganha dinheiro?

Você sabe como o Facebook ganha dinheiro?

Por Dirceu Nunes

Você que usa o Facebook diariamente talvez ainda não tenha pensado em como ele ganha dinheiro, não é? Uma pesquisa realizada nos E.U.A mostrou que a grande parte dos usuários não conhece as estratégias do Facebook para lucrar e se manter ativo.

No Brasil, a realidade é bem parecida com a dos americanos, ou seja, pouca gente entende o modelo de negócio do Facebook. Modelo de negócio? Sim, antes de ser uma rede social o Facebook é uma empresa comum que precisa gerar receitas e lucros para seus acionistas.

O Facebook lucra com os anúncios que são veiculados nos perfis dos usuários. Qualquer empresa pode anunciar e só pagará pelo anúncio se alguém clicar nele. Mas o Google também não faz isso? Faz sim e muito bem. Mas o diferencial do Facebook em relação aos anúncios do Google é uma melhor segmentação em relação ao público-alvo. Sabe aquele formulário de cadastro do Facebook que você já preencheu? Pois é, é de lá que o Facebook tira as informações para os anunciantes.

Todo usuário deixa diversas informações pessoais em seu perfil no Facebook que ajudam na segmentação dos anúncios, tornando esses anúncios mais atraentes para determinados tipos de empresas e produtos. Por exemplo: uma empresa que vende sapatos femininos pode segmentar seus anúncios para aparecerem somente para mulheres, com idade a partir de 18 anos e que moram nas capitais brasileiras. E o Facebook vai apresentar os anúncios dessa forma, porque ele busca esses dados nos perfis dos usuários.

Tá vendo que o Facebook não é tão “gratuito” assim? Você se cadastra, fornece seus dados e o Facebook comercializa esses dados para os anunciantes!

E como já disse, o Facebook é uma empresa e precisa lucrar. Até aí nada de errado. Mas muito cuidado com as informações que você insere em seu cadastro. Inserir telefone, endereço ou detalhes mais objetivos que despertem a atenção de gente mal intencionada, expõe demais a pessoa e pode trazer riscos a sua segurança e de seus familiares, além de abrir caminhos para novos tipos de propaganda invasiva.

2 comentários

Deixe um comentário

Please enter your name. Please enter an valid email address. Favor escrever um comentário